Descarte incorreto de televisores tubo causa danos ao meio ambiente e a saúde

Os televisores CRT (Cathode Ray Tube), popularmente conhecidos como televisores tubo, contém componentes tóxicos na composição. O descarte incorreto prejudica o meio ambiente e consequentemente a saúde humana. No entanto, a destinação correta possibilita o processo de descontaminação e reciclagem dos materiais.

Os componentes tóxicos encontrados nos materiais de fabricação dos televisores são: o Bário – que em elevados teores pode causar inflamações, problemas respiratórios e hipocalemia profunda, o Cádmio – causador de câncer de pulmão e de próstata, o Arsênio – que ocasiona doenças cardiovasculares e distúrbios no sistema nervoso e o Chumbo – o pior de todos, que pode afetar todos os órgãos e sistemas do organismo humano.

Todos estes tóxicos presentes nos televisores descartados incorretamente no meio ambiente contaminam o solo e o lençol freático. As doenças são conduzidas a população através da ingestão de água e de alimentos contaminados. Diante disso, com uma atitude simples, vidas podem ser poupadas e o meio ambiente salvo.

A destinação correta dos televisores para os pontos de coletas possibilita que o material seja entregue a empresas licenciadas para trabalhar com este tipo de resíduo. O processo de reciclagem se torna caro devido a tarefa minuciosa de descontaminação, no entanto, é o caminho mais acessível para redução do impacto ambiental.

Os televisores precisam apresentar boas condições para que o processo aconteça, possibilitando que os componentes plásticos e peças metálicas sejam reaproveitados.

Em Uberaba – MG, o Instituto Agronelli de Desenvolvimento Social recebe os televisores antigos e os destina para o processo de reciclagem. Os interessados devem levar o material até a avenida Randolfo Borges Júnior, 1900, das 8h às 17h.

A estudante de Engenharia Ambiental, Maísa Nogueira, levou o televisor antigo até a sede do IADES, na última semana. “Se você joga resíduos como este no lixo comum é muito prejudicial ao meio ambiente, a forma de degradação é muito difícil”, ressalta Maísa. Ela acredita que no município deveria haver mais pontos de coleta, além daqueles que já estão em funcionamento.

Destinação em outros pontos

A Prefeitura de Uberaba informou em nota, que por meio da Secretaria de Meio Ambiente está elaborando o Programa de Educação Ambiental para coleta seletiva. Dentre as ações do programa será trabalhado junto a população a destinação correta dos resíduos que são gerados, incluindo a destinação dos televisores tubo.

A população pode levar o material até a Ecotec, que fica localizada na Comendador Gomes – 936, São Cristóvão, com horário de recebimento das 7h às 16h. Ao solicitar que a empresa busque os televisores no local onde se encontram é cobrada a taxa de R$20,00. Porém, O custo é zero para aqueles que levarem os resíduos até a empresa.

A PMU também esclareceu que pontos de coleta e outros detalhes, ainda serão definidos entre Secretária de Meio Ambiente (SEMAM), Secretária Municipal de Serviços Urbanos (SESURB) e a referida empresa.