Impostos destinados para projetos ultrapassam um milhão

Capoeira

Empresários de Uberaba apoiam projetos sociais sem “tirar dinheiro do bolso”

Vem crescendo a cada ano o número de empresas uberabenses que destinam parte de seus impostos para projetos sociais e culturais de Uberaba e região. A articulação é feita pelo programa “Imposto Ativo” que mobiliza as empresas a praticarem a renúncia fiscal. O programa movimentou cerca de R$1,3 milhões em 2019.

Além do Instituto Agronelli, instituições como a Casa de Sopa Adolfo Fritz, Esporte Club Fabrício, ADEFU, APAE de Sacramento, Instituto Saúde e Equilíbrio e o Hospital Hélio Angotti terão ações em 2020 financiadas com recursos advindos da renúncia fiscal, sem que haja gastos para os empresários que apoiam a causa.

Dentre as propostas que serão desenvolvidas, ganham destaque o projeto Talentos da Cidadania, destacando a cultura do Hip Hop, inciativa premiada nacionalmente em 2019, o Projeto Sertão em Festa que une oficinas de imersão musical e concertos de música instrumental, Aluno Nota 1000 que trabalha o esporte e o reforço escolar, o projeto Judô Mudando Vidas com iniciação esportiva, dentre reformas e construções que irão melhorar a qualidade do serviço prestado em benefício da comunidade, as oficinas de Jiu-jitsu e de Capoeira para autistas do projeto Angel Hair.

“O potencial da cidade de Uberaba beira a R$100 milhões, mas é necessário o empenho e a disponibilidade da empresa para realizar a destinação”, diz Mariângela Camargos, coordenadora do Instituto Agronelli.

Projeto Dança

Projeto Jiu-Jitsu

Para as empresas que recolhem anualmente, os depósitos devem ser realizados até o último dia útil do ano. Para as que recolhem trimestralmente o depósito deve ser feito antes de encerrar o período fiscal para que o valor seja deduzido no Darf a pagar. As empresas devem ser tributadas no regime lucro real. O programa vem beneficiando várias instituições comunitárias e seus usuários, através dos projetos aprovados para receberem esses recursos e dos fundos da infância e do idoso. A pessoa física também pode contribuir destinando parte de seu imposto.

O “Imposto Ativo” é uma iniciativa do Instituto Agronelli de Desenvolvimento Social com o objetivo de aumentar a arrecadação de fundos para projetos sociais através de renúncia fiscal, levando ao conhecimento dos empresários e dos cidadãos as modalidades de destinação que podem ser realizadas. A equipe técnica do imposto Ativo ainda presta assessoria no desenvolvimento de novos projetos e capacita as instituições para serem independentes na elaboração e gestão dos seus próprios recursos, atendendo a demanda da comunidade.

Projeto Skate Talentos Cidadania

Quem pratica a destinação pode acompanhar como o dinheiro está sendo investido, possibilitando assim a participação ativa do cidadão ou da empresa na transformação da comunidade em que vive.

Outras informações no site www.impostoativo.com.br ou pelo telefone 3313-0770.