Instituto Agronelli inicia reflorestamento visando aumento da vazão do rio Uberaba

A primeira etapa do projeto contempla o plantio de 1.100 mudas de cerca 20 espécies. O Insituto Agronelli de Desenvolvimento Social (IADES), contemplado pelo Edital da Água Mosaic 2021 para a implementação do Projeto Recuperar e Monitorar Nascentes para Aumentar a Vazão do Rio Uberaba, dará início ao plantio de 1.100 mudas de árvores, de cerca de 20 espécies, em área localizada dentro Fazenda São Francisco, inserida na microbacia do ribeirão Saudade, na APA do rio Uberaba.

O projeto tem como objetivo mapear e monitorar as nascentes pertencentes à área e aplicar ações de recuperação, visando o aumento da vazão dos córregos Borá e Borazinho, afluentes do Rio Uberaba, principal fonte de abastecimento do município.

Inicialmente, a previsão era o plantio de 800 mudas, mas a parceria com a Usina Santo Ângelo, doadora das árvores, possibilitou o aumento de 25% deste número. Agora, espécies como sangra d’água, mangue, sombreiro e pinha do brejo serão inseridas na área das nascentes. Já para o reflorestamento da mata ciliar e recomposição da fauna serão utilizadas espécies como jenipapo, conde, peroba rosa, pau breu, angico, mirindiba, cedro, farinha seca, amora, jatobá, paineira, guapuruvu, angico vermelho.

Para Marizélia Costa, coordenadora do projeto, contribuir com uma ação tão importante para o meio ambiente e que beneficia diretamente a população é inspirador. “Nós do IADES reconhecemos a necessidade deste tipo de ação. A crise hídrica vem sendo discutida em âmbito nacional e vivenciamos isso de perto, aqui na cidade, todos os anos, durante os períodos de estiagem. Coordenar um projeto ao lado de tanta gente interessada neste resgaste ambiental, comprometidos com a execução destas ações e ter parceiros que realmente acreditam no trabalho que o Instituto pode desenvolver, é o que nos faz acreditar, diariamente, que veremos resultados muito positivos que refletirá no nosso futuro”.

Desenvolvido em parceria com a Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), através do Programa de Ciência e Tecnologia Ambiental e do Departamento de Engenharia Ambiental, que realizarão o mapeamento das nascentes e o monitoramento da água subterrânea e superficial, o projeto conta ainda com o apoio da Coordenadoria Regional das Promotorias de Justiça do Meio Ambiente das Bacias dos Rios Paranaíba e Baixo Rio Grande (MPMG), da Fundação de Ensino e Pesquisa de Uberaba (FUNEPU), da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, do Grupo Agronelli, da San Marco Veículos e do Projeto Tatu-Canastra Uberaba. No escopo do projeto ainda estão inseridas atividades de educação ambiental voltada para instituições de ensino do munícipio que poderão conhecer e visitar as áreas monitoradas. “O importante é apresentar esse trabalho a toda comunidade e sensibilizar para ações que contribuam com o reflorestamento e recurso natural que é um bem finito”, acrescenta Marizélia.

Em sua primeira edição, o Edital da Água (Mosaic e Insituto Mosaic) conquistou o reconhecimento do Prêmio Cases de Sucesso em Água e Saneamento Ambiental 2019, realizado pela Rede Brasil do Pacto Global, em duas modalidades, Ação Coletiva e Proteção e Restauração de Ecossistemas. O Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS) é o responsável pela gestão técnica do Edital.



Os cookies nos permitem fornecer funcionalidades como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Eles melhoram a usabilidade e o desempenho por meio de vários recursos, como reconhecimento de idioma, resultados de pesquisa e, assim, melhoram o que oferecemos a você. Nosso site utiliza de cookies de terceiros, por exemplo, Youtube e Google, e eles geram publicidades mais relevantes para você. Ao clicar nos botões você pode aceitar os cookies que utilizamos no nosso site que são os de armazenagem de seus dados preenchidos. Porém se quiser saber mais sobre os cookies que usamos, acesse nosso